segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Mitos & Fatos Jovem Pan - Justiça Brasileira


A Radio Jovem Pan em São Paulo possui uma versão um pouco diferente da maioria de suas filiais espalhadas pelo Brasil. Ela possui um conteúdo jornalístico bem apurado que passa todas as manhãs durante a semana.

Ultimamente, o setor jornalístico da rádio vem promovendo um painel de debates chamado "Mitos & Fatos", que agora se encontra em sua quarta edição, com o tema "Justiça Brasileira".

Serão dois painéis, com abertura do Juiz Sergio Moro e conclusão de Carmem Lúcia, Ministra do Supremo Tribunal Federal. Encaminho o link para conhecerem um pouco mais sobre os entrevistados, que são mestres no assunto. O evento é amanhã, dia 15 no Hotel Tivoli em São Paulo. Haverá transmissão ao vivo pelo Youtube, no canal da Jovem Pan.

Imperdível!


PAINEL 1: COMO GARANTIR A SEGURANÇA E A AUTONOMIA DAS INSTITUIÇÕES?

PAINEL 2: TRANSPARÊNCIA E COMPLIANCE: OS NEGÓCIOS NO BRASIL PÓS-LAVA JATO



quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Cervejaria Prosa

Marca leva identidade sul-mato-grossense em produtos que são puro malte, sem conservantes e aditivos.

Do chope à garrafa, cervejaria Prosa lança rótulos e revenda chega a bares

Os seis estilos da cerveja 100% sul-mato-grossense já são comercializadas em barbearias, hamburguerias e rede hoteleira

Líder de mercado na venda de chope artesanal, com apenas 2 meses de torneiras abertas, a Cervejaria Prosa lança seus chopes em garrafas com rótulos com forte identidade sul-matogrossense, haja visto os nomes batizados – Ipê ( Americam Premium Lager ), Piracema ( Germam Weiss ), Toca da Onça ( Belgian Blonde Ale ), Boiadeira ( American IPA ), Canta Galo ( Irish Red Ale ) e Sara -Cura ( Irish Stout ).

A identidade dos rótulos retrata a nossa fauna, flora e atividade econômica, coisas da nossa terra, nossa cultura e nossos valores. "Queremos que as pessoas daqui sintam-se representadas e que pessoas de outros Estados identifiquem-nos em nossos rótulos”, diz Hipólito.
Se por um lado o nome Prosa e Segredo, presentes nos rótulos remetem a fundação de Campo Grande, também representam a alma da cervejaria, onde prosa é uma boa conversa entre amigos, aberta e sem segredo, como o modo transparente de produção empregado, onde é possível conhecer quem, como e com o que se produz as cervejas.
Nenhum texto alternativo automático disponível.“Qualidade não é diferencial, mas é pré-requisito obrigatório, acredito que os consumidores buscam por alimentos que não são apenas da prateleira, sem identidade humana, mais do que isto, querem saber onde e como foram produzidos e mais ainda, que resultados geram na economia local”, diz Regina. A marca leva identidade sul-mato-grossense em produtos que são puro malte, sem conservantes e aditivos.

Com uma filosofia empresarial voltada para a geração e distribuição de resultados em toda a cadeia de negócio regional, a partir de produtos especiais, puro malte, sem conservantes e nem aditivos, a Prosa busca parcerias para expandir sua produção industrial. (...)

No seu brewpub a Prosa busca criar mercado para as revendas, inclusive é aberta para parceiros apresentarem seus produtos e serviços, pois acredita que compartilhar agrega a economia e une forças. Por outro lado, também oferece um cardápio harmonizado com os seis estilos de cerveja, onde pratos, petiscos, molhos e sobremesas são feitas com suas cervejas, ingredientes regionais, como o bolinho e o risoto boiadeiro, feitos com cerveja CantaGalo e linguiça pantaneira Guarania.

O horário de funcionamento é de terça a sexta, das 17h à meia-noite, aos sábados a partir das 10h30 à meia-noite e, aos domingos, das 10h30h até as 15h. A cervejaria fica na Rua Alagoas, 901, próximo à Avenida Mato Grosso.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

AB InBev no Leste Europeu

Resultado de imagem para anadolu efes beer

AB InBev irá combinar operações na Rússia e Ucrânia com cervejaria turca

A Anheuser-Busch InBev (AB InBev) anunciou hoje que fechou acordo para combinar suas operações na Rússia e Ucrânia com as da cervejaria turca Anadolu Efes Biracilik ve Malt Sanayii A.S.. 
Pelo acordo, as cervejarias terão fatias iguais na empresa, que se chamará AB InBev-Efes.
A AB InBev-Efes será incluída nos resultados financeiros da Anadolu Efes. Detalhes financeiros da transação não foram revelados. 

Resultado de imagem para ab inbevO acordo veio após a AB InBev adquirir participação de 24% na Anadolu Efes, como parte de sua fusão com a SABMiller, em outubro do ano passado. A conclusão do acordo depende de um processo de due diligence e da aprovação de órgãos regulatórios na Rússia e Ucrânia. Por volta das 10h40 (de Brasília), as ações da AB InBev caíam 1,1% na Bolsa de Bruxelas.

Fonte: Dow Jones Newswires.

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

FICC Festival Internacional de Cerveja e Cultura


O Tema esse ano é a Bélgica! Ficc entra em seu terceiro ano com sucesso! Aproveitem! Conheça pessoas, conheça cervejas e se identifique.

Fomente a cultura! Um brinde!




segunda-feira, 31 de julho de 2017

II Prêmio Brasil Brau de Gestão de Negócios em Cerveja

Brasil Beer fatura o segundo lugar no II Prêmio Brasil Brau de gestão de negócios de cervejas


 Foi uma surpresa bem vinda! Na categoria "Comunicação da Cultura Cervejeira" a obra Brasil Beer - O Guia de Cervejas Brasileiras, alcançou o segundo lugar no pódio.

Categoria Comunicação da Cultura Cervejeira
  • 3º Lugar:  Associação dos Cervejeiros Artesanais do Paraná com o trabalho – “Boletim Informativo da ACervA Paranaense”.
  • 2º Lugar: Editora Autêntica com o trabalho “Brasil Beer – O Guia de Cervejas Brasileiras”
  • 1º Lugar: Revista da Cerveja com o trabalho “A consolidação de um projeto”.
Categoria Design de Embalagens
  • 3º Lugar: Cervejaria Farrapos com o trabalho "Rótulo Guaipeca"
  • 2º Lugar: Cervejaria Baumhardt Bier  com o trabalho "Identidade Visual Cervejaria Baumhardt"
  • 1º Lugar: Perro Libre com o trabalho "Cerveja 803 Black Rye IPA"
Categoria Sustentabilidade
  • 3º Lugar: My Growler com o trabalho "Growler: ressignificação de produto para a sustentabilidade"
  • 2º Lugar: Cervejaria Pratinha com  trabalho " Energial e fotobioreator de algas"
  • 1º Lugar: Lohn Bier com o trabalho "Boas práticas geram boas vibrações".
Categoria Responsabilidade Social
  • 3º Lugar: não houve
  • 2º Lugar: não houve
  • 1º Lugar: Cia de Brassagem Brasil com o trabalho "Sentimentos de brasilidade"
O Júri foi composto por especialistas do segmento, em destaque as mestres cervejeiras e consultoras, Kátia Jorge, Cilene Saorin e Petra Westpal (Alemanha), Matheus Moretto e Marcus Nakagawa.

O livro escrito por Henrique Oliveira e Hélcio Drumond foi lançado em 2013 e se encontra na segunda edição. Uma terceira edição está no forno em fase de revisão e diagramação.

O Brasil Beer está disponível para aquisição nas principais livrarias do país e pelos sites dessas livrarias (FNAC, Leitura, Cultura, Saraiva, Americanas, Amazon, Nobel, Extra, Livraria da Folha, etc.)



quarta-feira, 26 de julho de 2017

Polo Cervejeiro de Nova Lima

Depois de Belo Horizonte, Nova Lima se prepara para montar o seu polo produtor de cervejas


Nova Lima se destaca como um dos grandes polos de cerveja artesanal em Minas Gerais. E para ganhar cada vez mais espaço, abrimos um concurso para criação de selo alusivo a Nova Lima como polo da cerveja artesanal. A ideia é desenvolver um selo que faça referência à história e à cultura da cidade.
Os interessados podem se inscrever de 26/7 a 11/9, das 8h às 12h e das 13h às 17h, no Setor de Protocolo da Prefeitura (Praça Bernardino de Lima, 80 - Centro).  A inscrição será realizada mediante a apresentação de todos os documentos e materiais exigidos no item 6 do edital.

terça-feira, 25 de julho de 2017

Cervejaria Falke Bier

Após expansão fabril, Falke coloca equipamentos de menor porte à venda

Retransmitimos a mensagem de Marco Falcone:
A Falke Bier esta colocando sua cozinha antiga em perfeito estado de funcionamento à venda! Ótima oportunidade!
1- Cozinha MEC BEER, 500 L, capacidade total de fervura 750L. e Tina Filtro (completa com bombas, tubulações, redutores e painel de controle)
2 - Trocador de calor a vapor e misturador de água quente para lavagem do mosto.
3 - Trocador de calor para esfriar o mosto.
4 - Sistema de água fria para mosto com compressor de frio e misturador e Bomba de água.
R$ 120.000,00
5 - Caldeira de 70kg/h de vapor, (GLP)
R$10.000,00
A imagem pode conter: texto

segunda-feira, 17 de julho de 2017

APL da cerveja artesanal de Minas Gerais

Arranjo Produtivo Local da Cerveja Artesanal

Um marco efetivo do "Terroir" da cervejarias mineiras na região metropolitana da Capital.  A presença de todos os interessados e entusiastas é importante e bem-vinda.

Região Metropolitana de BH será reconhecida como polo produtor de cerveja artesanal

O Governo do Estado de Minas, através da Secretaria Extraordinária de Estado de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais (Seedif), irá reconhecer no próximo dia 22 (sábado), o Arranjo Produtivo Local (APL) das Cervejarias Artesanais da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

O APL é composto por um conjunto de empresas de um segmento produtivo, localizadas na mesma região, trabalhando de forma cooperada e sinérgica. O ato simboliza o reconhecimento, por parte do Estado, da importância do setor para a economia local.

O titular da Seedif, Wadson Ribeiro, explica que Minas Gerais possui cerca de 40 arranjos produtivos locais de outros setores como gemas e jóias, calçados, móveis e fruticultura reconhecidos em todo o estado. No final de maio deste ano, a microrregião de Juiz de Fora foi a primeira a integrar a política pública do governo do estado em incentivo às atividades relacionadas à cadeia produtiva de cerveja.

“Minas é o segundo maior estado em volume de produção e em número de microcervejarias do Brasil. O Arranjo potencializa a produção, favorece o comércio e a capacitação, além de gerar emprego. Também é um instrumento para o turismo da cidade”, explicou.

Segundo o secretário, o documento auxilia, por exemplo, na compra de matérias primas, maquinário e na transação comercial. “Quando se tem um ramo importante como esse se desenvolvendo, gerando emprego, auxiliando no crescimento do turismo local, há, também, geração de renda para cidade, que significa mais emprego e uma vida melhor”, ressaltou o secretário.

Informações do Ministério da Agricultura apontam que o estado possui 61 microcervejarias registradas, 31 apenas na região da grande BH. Dados do Sindicato das Indústrias de Cerveja e Bebidas em Geral do Estado de MG (SindBebidas), indicam que mensalmente sejam produzidos em todo o estado 1,5 milhão de litros de cervejas artesanais. A previsão de crescimento do setor em 2017 é de 14%.

Para o superintendente-executivo do SindBebidas, Cristiano Lamego, o reconhecimento do governo do estado do APL de cervejas artesanais deve fortalecer e impulsionar o setor. “O reconhecimento é o verdadeiro fator de transformação do nosso setor em um polo organizado e forte, sendo assim capaz de efetivamente gerar valor e, com isso, aumentar a competitividade de nossas cervejarias. Também é importante para a definição de políticas públicas adequadas a nossa realidade”.

Ainda segundo o SindBebidas, estudos mostram o grande potencial do turismo aliado a produção de cerveja na Grande Belo Horizonte. Aliado a isto, Belo Horizonte e região tem se notabilizado pela crescente oferta de bares e restaurantes especializados em cervejas artesanais, contribuindo com a difusão da cultura cervejeira e consequente aumento de mercado.

“A importância se deve pelo ato de a partir de agora estarmos inseridos num programa de Arranjos Produtivos Locais formal e com isso termos acesso a ações e políticas públicas que de fato atendam as demandas do nosso setor. Com a parceria formada a partir do reconhecimento abre-se um leque de oportunidades de ações que contribuirão para escrever a história do setor e assim cumprir nosso papel econômico e social”, ressalta Lamego.

Serviço:

Evento: Solenidade de Reconhecimento do Arranjo Produtivo Local da Cerveja Artesanal da Região Metropolitana de Belo Horizonte

Data: 22 de julho (sábado)

Horário: 11 horas

Local: Museu Abílio Barreto - Av. Prudente de Morais, 202 - Cidade Jardim, Belo Horizonte - MG



quinta-feira, 13 de julho de 2017

Compliance nos negócios

Por um mundo melhor

O certificado abaixo, refere-se ao primeiro grupo de formandos com especialização internacional certificada pelo Chartered Institute for Securities & Investiments (CISI) no Brasil, após exames aplicados pela representante da CISI, Thomson Reuters.
Vamos em frente, por um ambiente de Compliance cada vez melhor, respeitado e com os mais altos padrões de integridade.

Um brinde!

domingo, 9 de julho de 2017

Cursos Cervejeiros

ACervA Mineira promove dois novos cursos voltados para o segmento de cervejas

Retransmitimos as palavras de Rafael Marques da ACervA Mineira:

Vão rolar 2 cursos na Escola Experimente - centro de educação cervejeira pelo qual sou responsável - no mês de agosto que acredito serem de interesse de vocês. 


Produção de cerveja: processos, estilos e tecnologias

Curso teórico de nível avançado, com duração de 24 horas, ministrado por Carlos Henrique de Vasconcelos, mestre-cervejeiro da HB, e Daniel Gontijo, co-fundador da ACervA MG  e criador da Smedgård. 

Daniel abordará processos históricos de produção correlacionados aos estilos e às tecnologias de cada era (da antiguidade à
atualidade), enquanto Carlos Henrique ministrará teoria avançada sobre produção de cerveja: mosturação, fermentação, maturação e refinamento do fermentado.

--> A ementa completa estará disponível a partir da próxima quarta, 12/7.
--> As aulas acontecerão de 21 a 24/8 e de 28 a 31/8 (19-22h)


Mídias sociais

A imagem pode conter: 1 pessoaCurso voltado para pessoas do mercado cervejeiro (caseiros, ciganos e microcervejeiros, donos de estabelecimentos comerciais...) que não sabem muito bem como explorar as redes sociais de forma eficiente e, consequentemente, não divulgam a sua marca e seu produto de forma adequada para o público. Será ministrado por Ana Paula Coelho, graduada em Publicidade e Propaganda e MBA em Gestão Empreendedora em Marketing Digital, e terá duração de 12 horas.
--> As aulas acontecerão dias 9 e 10/8; 16 e 17/8 (19-22h)

O lançamento e as matrículas começarão semana que vem, 12/7. Caso alguém tenha interesse nesses cursos (ou em outros oferecidos pela Escola), favor enviar e-mail diretamente para rafamarques1@yahoo.com.br


--> Membros da ACervA MG terão desconto de 10%.


segunda-feira, 3 de julho de 2017

Mapa Cervejeiro de Minas Gerais

Mapacervejeiro.com entra em sua segunda edição

Nenhum texto alternativo automático disponível.
Dia 27 de junho foi relançado o Mapa Cervejeiro de Minas Gerais, na uma ferramenta especial para o turismo cervejeiro no Estado mineiro. Com um editorial variado, fui convidado para falar um pouquinho sobre a história do setor na região das montanhas. Com a criação da Estela, o mapa teve o apoio das cervejarias Falke Bier, Bäcker, PubChopp, Prússia Bier, Gotter, Sátira, Aleluia, Loba. Os bares parceiros que também deram a sua contribuição foram Agosto Butiquim, Bar Sapucaí, Cervejaria Escola Mirante, Laviola Cervejaria de Catas Altas. O Centro Cervejeiro, Lamas Brew Shop BH e Confraria do Malte e a Água Minera Viva não ficaram para trás. O design ficou a cargo da Eh Up! Comunicação. A genialidade do mapa, seu conceito e processo ficou por conta da Estrela Brasil Produções e Eventos, (lê-se cervejeira Cindra Gomes) e tem o apoio institucional do Sindbebidas e patrocínio da Codemig.

O mapa é gratuito e está disponível nas lojas especializadas em cervejas e pontos turísticos em geral.

Aqui vai o Editorial Histórico do mapa:
A rota do novo descobrimento da cerveja

Ao longo dos séculos, Minas se tornou um solo arraigado de culturas, variante nas artes, na arquitetura e sobretudo na gastronomia, construída por nativos e complementada por imigrantes de diversas partes do mundo, em processos e tempos de imigração distintos. E foram esses imigrantes que trouxeram as bebidas espirituosas, fermentadas, ao qual se destacaram o vinho e a cerveja.

Desde 1841, a cerveja se fez presente em Minas através da primeira fábrica de licores e cervejas que se tem notícia, mais precisamente na Rua Direita, casa 45, em Ouro Preto. Ali talvez tenha sido o marco de um setor que, vinte anos depois se transformou num vultoso polo cervejeiro em Juiz de Fora.

Após a década de 1930, seja pela quebra da bolsa de nova-iorquina, seja pelo baixo preço do café nacional, as diversas cervejarias mineiras encerraram as suas atividades, levando o setor praticamente à estaca zero. O seu ressurgimento, na década de 1960, se firmou com indústrias de porte, lançadas inclusive em mercado de capitais, como a Cia. Alterosa de Cervejas e a CMC – Cia. Mineira de Cervejas. 

Apesar do esforço de ambas, Minas foi dominada pelas grandes empresas do eixo Rio-São Paulo, mas não seria esse o fim. 

O mineiro Luiz Otávio Possas também teve o seu forte protagonismo na história da cerveja em Minas Gerais com a criação da cervejaria Kaiser em 1980, que nasceu com a árdua missão de competir com a Brahma eAntarctica e, mesmo que só, manteve a chama ativa por alguns anos.

Porém, graças aos trabalhos incansáveis da Krug Bier e da Cervejaria Bäcker, ambas fundadas em 1997, a chama amarela da cerveja especial reascendeu em Minas, revitalizando o velho hábito de tomar uma cerveja da casa, com o olhar do dono, que gosta e sabe bem o que faz. A esse bom hábito, associado ao prazer de dividir, estudar e celebrar é o que chamamos de “cultura cervejeira” – que está brilhando em cada copo como nunca. É como se tomássemos um gole de luz, repleto de alegrias e felicitações.


Esse mapa é a luz que irá te iluminar em busca de uma boa cerveja, que te levará ao encontro de bons momentos e que encurtará a distância entre amigos que irá conhecer. Esse mapa, sintetiza a cultura cervejeira em Minas. Boa viagem! 


quinta-feira, 22 de junho de 2017

CBN Sabores

Cervejarias diversificam consumo da bebida em BH e abrem novo mercado na cidade

Além da produção de novas marcas de bebidas, alguns restaurantes estão apostando na harmonização de pratos e em experiências gastronômicas novas.

por Rusty Marcelini.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

domingo, 18 de junho de 2017

XII Encontro Nacional das ACervAs

Encontro Nacional das ACervAs prestigia os premiados em concurso interno 

Retransmito com louvor as palavras de Kelvin Parabéns aos nossos associados que concorreram e principalmente aos que conquistaram medalhas. Vitorias/conquistas que nos representam como associação!!!!

CATEGORIA 1 - LAGERS CLARAS/PILSNER

Nome: Emmanuel Cláudio de Oliveira
Nome da cerveja: Elles
Estilo: 4A - Munich Helles
ACervA: Amazonense


Nome: Fagner Zimmer
Nome da cerveja: Plzeň
Estilo: 3A - Czech Pale Lager
ACervA: Acerva Gaúcha


Nome: Fagner Zimmer
Nome da cerveja: German Pils
Estilo: 5D - German Pils
ACervA: Acerva Gaúcha

CATEGORIA 2 – AMBER LAGERS

Nome: CARLOS HENRIQUE MENEZES E SILVA
Nome da cerveja: MANOBIER DEFUMANO
Estilo: 6B - Rauchbier
ACervA: Acerva ES


Nome: Cyro Cavalcanti Neto
Nome da cerveja: Palermo
Estilo: 6B - Rauchbier
ACervA: Acerva Potiguar


Nome: Daniel Ferreira de Córdova
Nome da cerveja: Volans Rauchbier
Estilo: 6B - Rauchbier
ACervA: Acerva Catarinense

CATEGORIA 3 - DARK LAGER/BOCK

Nome: Diogo Gomes
Nome da cerveja: Detonator Doppelbock
Estilo:9A - Doppelbock
ACervA: Acerva Carioca


Nome: Guilherme Cominese
Nome da cerveja: Doublevision
Estilo: 9A - Doppelbock
ACervA: Acerva Paranaense


Nome: Tiago Verdini Dantas
Nome da cerveja: Dunkel
Estilo: 8A - Munich Dunkel
ACervA: Acerva Carioca

CATEGORIA 4 - ALES CLARAS

Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:


Nome: Bruno Reis
Nome da cerveja: Restô d´Ontê
Estilo: 25B - Saison
ACervA: Acerva Mineira


Nome: Alcides Cristiano Morais Severo
Nome da cerveja: Fanck
Estilo: 1C - Cream Ale
ACervA: Acerva Gaúcha

CATEGORIA 5 - BLONDES E APAS

Nome: Erivaldo Casado
Nome da cerveja: Roubada Pale Ale
Estilo: 18B - American Pale Ale
ACervA: Acerva Candanga


Nome: Lívio Marques Pinto
Nome da cerveja: CupuAPA
Estilo: 18B - American Pale Ale
ACervA: Acerva Carioca


Nome: Guilherme Cominese
Nome da cerveja: Apa Classic Style #5
Estilo: 18B - American Pale Ale
ACervA: Acerva Paranaense

CATEGORIA 6 - AMERICAN IPAs

Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:


Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:


Nome: Lucas Meneghetti
Nome da cerveja: IPA =D
Estilo: 21A - American IPA
ACervA: Acerva Gaúcha

CATEGORIA 7 - SPECIALTY IPAs

Nome: Georges Parkinson
Nome da cerveja: Sunset
Estilo: 21B - Specialty IPA
ACervA: Acerva Paulista


Nome: Rodrigo Campos Oliveira
Nome da cerveja: Vermont Juicy IPA
Estilo: 21B - Specialty IPA
ACervA: Acerva Cearense


Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:

CATEGORIA 8 - AMBER & BROWN ALEs

Nome: Everton Delfino
Nome da cerveja: [#SóVai] Pandorga Pride
Estilo: 11B - Best Bitter
ACervA: Acerva Paranaense


Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:


Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:

CATEGORIA 9 - PORTER & STOUTS

Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:


Nome: Lucas Jornada e Idevar Campaneruti
Nome da cerveja: FB Dry Stout
Estilo: 15B - Irish Stout
ACervA: Acerva Gaúcha


Nome: Darlan Senem Gouvea
Nome da cerveja: Bobber
Estilo: 16B - Oatmel Stout
ACervA: Acerva Mineira

CATEGORIA 10 - STRONG ALES

Nome: Marcus Vinicius Arakaki Trigo
Nome da cerveja: Banzai WeeHeavy
Estilo: 17C - Wee Heavy
ACervA: Acerva Paulista


Nome: Fábio Borba
Nome da cerveja: Wee Heavy
Estilo: 17C - Wee Heavy
ACervA: Acerva Mineira


Nome: Fernando Fernandez e Idevar Campaneruti
Nome da cerveja: AB American Strong Ale
Estilo: 22B - American Strong Ale
ACervA: Acerva Gaúcha

CATEGORIA 11 - CERVEJAS DE TRIGO OU COM TRIGO

Nome: Martijn Doelman
Nome da cerveja: Rain Gose
Estilo: 27A - Gose
ACervA: Acerva Paranaense


Nome: Jonas Geiss
Nome da cerveja: Jon Brau Wit
Estilo: 24A - Witbier
ACervA: Acerva Paulista


Nome: Lucas Meneghetti
Nome da cerveja: Smoky & Sour
Estilo: 27C - Lichtenhainer
ACervA: Acerva Gaúcha

CATEGORIA 12 - SOUR, BRETT & WILD

Nome: Tiago Verdini Dantas
Nome da cerveja: Flanderszinha
Estilo: 23B - Flanders Red Ale
ACervA: Acerva Carioca


Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:


Nome: Morris Warren
Nome da cerveja: Cuvée de Garde-Robes
Estilo: 23B - Flanders Red Ale
ACervA: Acerva Candanga

CATEGORIA 13 - FRUIT BEER

Nome: Rodrigo Campos Oliveira
Nome da cerveja: Psychedelic
Estilo: 29A - Fruit Beer
ACervA: Acerva Cearense


Nome: Cyro Cavalcanti Neto
Nome da cerveja: Quartier
Estilo: 29A - Fruit Beer
ACervA: Acerva Potiguar


Nome: Rodrigo Campos Oliveira
Nome da cerveja: Detox Berliner
Estilo: 29B - Fruit and Spicy Beer
ACervA: Acerva Cearense

CATEGORIA 14 - SPECIALTY BEER

Nome: Lucas Meneghetti
Nome da cerveja: Wake up
Estilo: 30A - Spice, Herb or Vegetable Beer
ACervA: Acerva Gaúcha


Nome: Bruno Morato
Nome da cerveja: Jetset Pumpkin Ale
Estilo: 30B - Autumn Seasonal Beer
ACervA: Acerva Candanga


Nome: **NÃO TEVE**
Nome da cerveja:
Estilo:
ACervA:

CATEGORIA 15 - WOOD AGED

Nome: Rodrigo Campos Oliveira
Nome da cerveja: Amburana Barley Wine
Estilo: 33A - Wood Aged
ACervA: Acerva Cearense


Nome: Andreia Hiura
Nome da cerveja: [#SóVai] Pandorga/Matulle Tilango
Estilo: 33B - Specialty Wood-Aged Beer
ACervA: Acerva Paranaense


Nome: Jonas Geiss
Nome da cerveja: Jon Brau Barleywine
Estilo: 33A - Wood Aged
ACervA: Acerva Paulista

PANELA DE OURO: Rodrigo Campos Oliveira (Acerva Cearense)

RESULTADO FINAL
1º Lugar geral
Martijn Doelman
Rain Gose
Gose
Paranaense

2º Lugar geral
Tiago Verdini
Flandersinha
Flanders Red Ale
Carioca

3º lugar geral
Diogo Gomes
Detonator
Dopplebock
Carioca

Sds,
Kelvin

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Concurso Eisenbahn Mestre Cervejeira

Vem ai o concurso Eisenbanh 2017!


O tempo faz toda a diferença na preparação da cerveja. E para participar do Eisenbahn Mestre Cervejeiro você vai ter que começar agora a sua produção. 

O estilo escolhido esse ano é o American Pale Ale e as inscrições serão mais curtas: começam dia 10/07 e se encerram 17/07. Comece agora a produzir sua cerveja, para não ficar de fora dessa edição, que promete ser histórica! #MestreCervejeiro2017
"Atenção Mestres Cervejeiros: Comecem a preparar sua receita agora! 

As inscrições para o Eisenbahn Mestre Cervejeiro serão mais curtas: 
De 10 a 17 de julho. E teremos grandes novidades em breve".

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Seminário Cervejeiro em Minas Gerais

Seminário Cervejeiro rompe barreiras do conhecimento

O empresário e professor Marco Falcone, proferirá a palestra "Microcervejarias Mineiras: marca coletiva, tendências e experiências". Essa é a segunda palestra do programa "Competitividade Industrial Regional" desenvolvida pelo SEBRAE em parceria com o Sindbebidas de Minas Gerais.

Trata-se de uma oportunidade em trocar experiências, esclarecer dúvidas e conhecer as tendências do mercado cervejeiro em Minas Gerais. O evento é importante para apreciadores e empresários do segmento e da cadeia produtiva (o que inclui bares, restaurantes, hotéis, etc.), e será ministrado na cidade de Juiz de Fora no dia 27 de junho, às 18:30hs no SEBRAE de Juiz de Fora.



sexta-feira, 9 de junho de 2017

Degusta-me Betim

Betim celebra o evento "Degusta-me" nesse mês de Junho


Assim como há o "Experimente" em Nova Lima, Betim prestigia os amantes e os curiosos em cervejas para prestigiar o evento "Degusta-me" no dia 17 de junho.

Para obter o ingresso basta trocar por dois quilos de alimentos não perecíveis. (Não vale sal ou fubá).

Aproveite! Um brinde!


quinta-feira, 8 de junho de 2017

Gestão de Riscos em Cervejarias

Vazamento de gás amônia em cervejaria desativada afeta cerca de 300 residências em MS
Um vazamento de gás amônia em uma cervejaria desativada de Corumbá, município distante 415 quilômetros da capital de Mato Grosso do Sul, afetou cerca de 300 residências na tarde desta quinta-feira (8). As equipes continuavam a trabalhar no início da noite.

A fábrica fica no bairro Cervejaria e, segundo o Corpo de Bombeiros, muitos moradores tiveram de deixar as residências por causa do risco de intoxicação.

O vazamento teria sido causado por um funcionário que estava fazendo a manutenção no local e cortou o cilindro do gás. O dono da cervejaria disse aos bombeiros que estavam fazendo a remoção dos equipamentos para serem levados para Toledo (PR).

Os bombeiros utilizaram uma mangueira de alta pressão para não deixar a amônia se espalhar. De acordo com os bombeiros, o cilindro danificado tem capacidade para 400 litros.


sexta-feira, 2 de junho de 2017

Brasil Brau 2017

CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA CERVEJEIRA


O XV Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia Cervejeira reúne profissionais de destaque, atuantes nos mercados nacional e internacional, para a apresentação de palestras que dizem respeito a questões do mercado global de cerveja e assuntos de interesse da indústria em todos os portes, visando a atualização dos profissionais da área. A atividade fornece certificado de participação e uma programação com mais de treze horas de conteúdo, além do Beer Break, que consiste em um intervalo para degustação de cervejas e networking.

Confira abaixo os palestrantes que já confirmaram presença e alguns dos temas que serão abordados nesta edição. Para participar, você pode comprar ingresso para um dos dias (26, 27 ou 28 de julho) ou garantir um desconto especial comprando o passe para os três dias de atividade.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Great South Beer Cup 2017

Resultado de imagem para lohn bier

Lohn Bier é eleita cervejaria do ano na Argentina

A Lohn Bier foi eleita a cervejaria do ano na Great South Beer Cup, na Argentina, no último sábado, dia 27. Além do reconhecimento inédito, a cervejaria de Lauro Müller foi premiada com três medalhas: uma de ouro e duas de prata. A Quadruppel ganhou ouro na categoria Belgian Strong Ale; a Carvoeira e a IPA Bretta levaram prata nas categorias Specialty e Wild Beer, respectivamente. Com menos de três anos de existência, a Lohn já acumula 16 medalhas em competições nacionais e internacionais.
O concurso idealizado na Argentina tem edições anuais, ora na Argentina ora em outros países. Em 2016, a Lohn Bier ganhou uma medalha de bronze na competição também com a Carvoeira, cerveja icônica da marca e que homenageia importante atividade econômica do município de Lauro Müller - a mineração de carvão.

Para Richard Westphal Brighenti, sommelier e cervejeiro da Lohn, “participar de concursos e ganhar premiações é importante, já que neste mercado, que é muito diversificado, ter uma receita premiada é desígnio de qualidade”. De acordo com Richard, a Lohn produz cervejas dentro de um padrão máximo de exigência. “Fazemos cervejas com muita atenção, somos entusiasmados por cerveja e mesmo aquelas que não são premiadas são bons produtos. Temos um cuidado especial com todos os rótulos, da moagem ao recém montado laboratório”, explica. “A premiação de Melhor Cervejaria do ano de fato não era esperada, já que temos menos de três anos neste mercado. Mas honraremos o título continuando a entregar bons produtos e contribuindo para um mercado de cervejas mais aberto.” conclui.

No início do ano a Lohn Bier já havia sido premiada com quatro medalhas no 5º Concurso Brasileiro de Cerveja de Blumenau. Foram duas medalhas de ouro (a única cervejaria de SC a levar dois ouros) e duas de bronze para quatro rótulos da marca catarinense: Trippel e Carvoeira Wood Aged (ouro);  Laguna e Catharina Sour com Jabuticaba (bronze).
Ainda em 2017 a Lohn conquistou outro importante reconhecimento internacional. A Carvoeira Wood Aged levou a medalha de bronze na Copa Latinoamericana de Cervezas Artesanales. O concurso foi realizado em Cusco, no Peru, e reuniu mais de 400 cervejas de 12 países, que foram avaliadas por um exigente time de juízes.
Menina dos olhos da Lohn, a Carvoeira, que possui duas versões, acumula outros prêmios importantes, como a medalha de prata na Copa Cervezas de América, no Chile, em 2016; um certificado de excelência no Brussels Beer Challenge, realizado na Bélgica (principal festival belga de cerveja com 1250 amostras avaliadas); e a medalha de bronze no South Beer Cup, também em 2016. No início deste ano, a cerveja Carvoeira ganhou uma versão de café, disponível com todos os produtos da marca no endereço da loja virtual em www.lohnbier.com.br/loja .
Colaboração: Clarissa Antunes / Comunicação/Redação Engeplus

terça-feira, 16 de maio de 2017

O ManUau do Novo Varejista

Resultado de imagem para manual do novo varejista
ManUau do Novo Varejista: o livro capaz de modificar a postura do mercado nacional de varejo

Dia 02 de maio fui surpreendido por uma transmissão ao vivo pelo Facebook de um amigo que não o via a mais de 25 anos. Esse vídeo chamava os internautas à comparecerem ao lançamento do livro chamado "ManUau do Novo Varejista", escrito por Fred Rocha, no Mercado Central de Belo Horizonte.

Corri para o Mercado, passando diretamente pelo estacionamento, pois a entrada principal já se encontrava fechada. Lá, dei um forte abraço em Fred Rocha. Foi um momento especial pois fiquei muito feliz em tê-lo reencontrado. Ainda "de brinde" comprei um livro com direito a autógrafo! Leitor fanático que sou, prometi ao Fred que iria ler o seu livro a finco e com o critério que ele realmente merece. E assim fiz. Li o livro em 14 dias.

O ManUau do Novo Varejista é um compêndio de dicas e macetes para lá de bem bolados. É um curso de MBA de marketing executivo e vendas no varejo para aqueles que não tem tempo de frequentar uma sala de aula. A escrita é simples, fácil de entender e muito prazerosa de acompanhar. É como se o Fred Rocha estivesse tomando um chope contigo e passando o que ele aprendeu e ensinou ao longo dos mais de 20 anos de profissão no mercado de varejo. Se você é um daqueles rabugentos do comércio que se julga "fera para caramba no que faz", está na hora de ler o que o Fred tem para passar nesse ManUau. Muitos irão dizer em alguns momentos "- há isso eu já sabia"! Entretanto, há muitas outras coisinhas sutis entre as 360 páginas ao longo dos 26 capítulos, que fará você pensar e dizer mentalmente: "-é... de fato, isso eu não tinha pensado antes e, pelo contexto, faz todo o sentido". O conteúdo da obra é acima de tudo, bem fundamentado pelas pesquisas, entrevistas e análises e palestras que Fred efetuou pelos quatro cantos do Brasil. O livro está profissional.

Ademais, o material está bem diagramado, com figuras e fotos criativas que dão um ar alegre ao papel, tornando a leitura e a compreensão de texto, divertidas e associáveis aos tempos modernos.

É um livro extremamente atual. Recomendo de carteirinha para empresários do setor, aos futuros empreendedores que desejam entrar no ramo do varejo, para quem busca uma franquia como fonte de renda, aos  estagiários de vendas, vendedores e seus gerentes. Recomendo ainda para os industriais que buscam capilarizar os seus canais de vendas, tendo como objetivo compreender, de forma sensível, o perfil e as demandas de um cliente, que está cada vez mais raro e exigente. É agregação de valor, pois como Fred mesmo diz: "-Não dá mais para brincar de vendinha" e que "dinheiro é consequência".

ManUau do Novo Varejista - à venda pelo site do Fred Rocha. 
Entregas para todo o Brasil.



segunda-feira, 15 de maio de 2017

Cervejaria Campo Grande

Cervejaria Campo Grande vai produzir 10 milhões de latas da cerveja Bamboa
O Grupo RFK, investidora do empreendimento, tem como meta gerar 250 empregos diretos e 10 mil indiretos
Da redação do Jornal "A Crítica"
Durante a inauguração da Cervejaria Campo Grande, na noite dessa quinta-feira (11), no Polo Empresarial Oeste, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, destacou a importância dos incentivos fiscais para a atração de novos empreendimentos a Mato Grosso do Sul e os resultados positivos que a indústria tem proporcionado ao Estado, com a geração de emprego e renda para a população.
“Nosso setor tem registrado números positivos conforme os números divulgados recentemente, foram 2,5 mil empregos a mais neste primeiro trimestre do ano em relação ao mesmo período do ano passado. É um grande orgulho ver a indústria como pilar desse desenvolvimento do nosso Estado”, discursou Sérgio Longen durante a cerimônia de inauguração da cervejaria, a primeira a produzir cerveja em escala industrial em Mato Grosso do Sul.
O presidente da Fiems usou o exemplo da Cervejaria Campo Grande para reforçar o papel dos incentivos fiscais na competitividade das indústrias sul-mato-grossenses. “Esse projeto estava praticamente alinhado para ser construído em outro lugar e, com apoio do Governo do Estado e do secretário estadual Jaime Verruck, conseguimos trazê-lo para a nossa Capital. A industrialização veio para ficar e, por isso, temos trabalhado e cobrado muito do governador Reinaldo Azambuja para que sejam mantidos os contratos de incentivos, dando mais competitividade às indústrias”, emendou.
O Grupo RFK, investidora do empreendimento, tem como meta gerar 250 empregos diretos e 10 mil indiretos, se considerada toda a cadeia produtiva envolvida no projeto, como construção civil, transporte, distribuição, entre outros, além de produzir 10 milhões de latas da cerveja “Bamboa” por mês. O governador Reinaldo Azambuja comemorou o fato de a cervejaria ser a primeira a produzir cerveja em escala industrial no Estado e a escolha da Capital para instalação da fábrica.
“Foi devido à muito diálogo e aos incentivos, cuja concessão muitas vezes é criticada por aqueles que não compreendem a lógica da troca de impostos por empregos, e o resultado é compartilhado por todos, que contam com mais empregos, mais gente consumindo no comércio”, analisou o governador sobre a concessão de incentivos fiscais por parte do Governo do Estado, que isenta das empresas o recolhimento de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) em troca de uma série de contrapartidas, enquanto a Prefeitura doa o terreno e isenta de ISSQN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza).
O prefeito de Campo Grande, Marcos Marcello Trad, afirmou que a cidade passou por um período de dificuldades em que diversas empresas fecharam as portas, mas que o momento é de pensar nos dias favoráveis que virão. “O momento hoje é de embriaguez, mas embriaguez de sucesso e felicidade, fortalecendo a indústria local, atraindo novos empreendimentos e gerando mais empregos”, ressaltou.
O presdente do Grupo RFK, Marcio Mendes, agradeceu a interlocução da Fiems para alinhar a instalação da fábrica de cerveja em Campo Grande e ao papel do Governo e da Prefeitura na concessão dos incentivos. “Nunca vi um tratamento tão bom no meio empresarial quanto o que recebi aqui e ficou o sentimento de gratidão e o dever de aqui permanecer. Prometo que cada centavo que foi concedido dos incentivos fiscais, cada metro quadrado do terreno onde estamos instalados serão convertidos em postos de trabalho e muitas oportunidades. Vou levar o nome da Cidade Morena para todo o País”, prometeu.
Também participaram da cerimônia de inauguração da Cervejaria Campo Grande o titular da Semagro (Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Jaime Verruck, o deputado estadual Maurício Picarelli, representando a Assembleia Legislativa, o vereador João César Mattogrosso, representando a Câmara de Campo Grande, o superintendente do Sebrae/MS, Cláudio Mendonça, e o superintende do Banco do Brasil no Estado, Glaucio Zanetin.
Real Time Web Analytics